Uma nova porta se abre agora para você! - Luis Carlos Mazzini

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011















Seja um lutador, um guerreiro! Sempre! Vá em busca dos sonhos e não desista nunca!

Sim, porque quando uma porta se fecha, outra se abre! E deve estar acontecendo isso com você neste exato momento.

Força! Coragem! Tenha fé! Principalmente nesse tempo de tantas transformações e novidades. Faça renovar todas as suas esperanças porque agora é tempo disso, tá? Escancare as portas do seu coração! Permita que o amor tome conta de sua vida!

Nunca esqueça que o que você faz todos os dias demonstra a pessoa que você é! Observe mais o que está produzindo, o que está falando, o que está colhendo. Você está vivo, cara! Ponha a mão no seu peito e sinta as batidas do seu coração. Um dia ele vai parar. Por isso, viva o que tem que viver agora. E viva bem aproveitando a cada instante e não desperdice nenhum segundo.

Sempre é preciso assimilar as derrotas e aproveitar os ensinamentos delas. Mas saboreie as suas vitórias e as suas conquistas também! Veja quanta coisa você já conseguiu! Sinta-se poderoso, bonito, cheio de recursos porque você é um vencedor, mais do que isso: um merecedor!

Siga o seu próprio caminho! Escreva você mesmo, e bem, a sua história! E mesmo que cometa alguns erros, siga em frente. A vida é a mais bela das aventuras e lhe foi dada por amor. Você merece tudo isso! Você merece estar aqui! .

Aumente a sua fé e a sua confiança no que está por vir. Uma nova porta se abre agora para você! E embora se aflija pelo que perdeu, saiba que um bem maior virá!

Bom Dia! Bom Divertimento! Que Deus te abençoe!

"Você nasceu para ser grande por dentro, na vida, na emoção e principalmente no amor"


Luis Carlos Mazzini

Carta de Ano Novo

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011















Ano Novo é também oportunidade de aprender, trabalhar e servir. O tempo como paternal amigo, como que se reencarna no corpo do calendário,descerrando-nos horizontes mais claros para necessária ascensão.
Lembra-te de que o ano em retorno, é novo dia a convocar-te para a execução de velhas promessas que ainda não tivestes a coragem de cumprir.
Se tens inimigos faze das horas renascer-te o caminho da reconciliação.
Se foste ofendido, perdoa, a fim de que o amor te clareie a estrada para frente.
Se descansaste em demasia, volve ao arado de tuas obrigações e planta o bem com destemor para a colheita do porvir.
Se a tristeza te requisita esquece-a e procura a alegria serena da consciência tranquila no dever bem cumprido.
Ano Novo! Novo Dia!
Sorri para os que te feriram e busca harmonia com aqueles que te não entenderam até agora.
Recorda que há mais ignorância que maldade em torno de teu destino.
Não maldigas nem condenes.
Auxilia a acender alguma luz para quem passa ao teu lado, na inquietude da escuridão.
Não te desanimes nem te desconsoles.
Cultiva o bom ânimo com os que te visitam dominados pelo frio do desencanto ou da indiferença.
Não te esqueças de que Jesus jamais se desespera conosco e, como que oculto ao nosso lado, paciente e bondoso, repete-nos de hora a hora: - Ama e auxilia sempre. Ajuda aos outros amparando a ti mesmo, porque se o dia volta amanhã, eu estou contigo, esperando pela doce alegria da porta aberta de teu coração.
Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Vida e Caminho. Ditado pelo Espírito Emmanuel.

VIDEO - NAMASTE - Musique :* "Om Namo Narayana" chanté par Deva Premal

sábado, 17 de dezembro de 2011

Musicas para alimentar a alma : 1 - Meditação de Thaís (Massenet), 2 - Ave Maria (Gounod), 3 - Serenata (Schubert)

A b c ... dos sonhos .

quarta-feira, 30 de novembro de 2011














A b c ... dos sonhos .

A credite em você mesmo. B asta abrir os olhos e ver as coisas como elas realmente são.

C onsidere as coisas por vários ângulos. D esistir é palavra que deve ser riscada do seu vocabulário .

E m muitos momentos podemos perder, mas jamais admitir ficarmos no banco de reservas. F amília e amigos são tesouros, mantenha-os por perto e desfrute de sua riqueza.

H oje, aproveite a vida. O ontem já passou e o amanhã pode nunca chegar. G randeza de um homem, não é o quanto ele sabe, mas o quanto tem consciência que não sabe.

I gnore aqueles que tentarem te desencorajar. J amais despreze os pequenos acontecimentos, ou nunca fará grandes descobertas

L ivres são os que perdem o medo de ser o que são. K antismo ? Adote esta filosofia Siga sua razão ? Caminhe com suas próprias pernas .

M uitos dos que transformaram seus sonhos em realidade, aprenderam a ser líderes de si mesmos, para depois liderarem o mundo que os cercava. N unca minta, trapaceie ou roube.

P erdedores vêem a tempestade. Vencedores vêem, por trás das densas nuvens, os raios do sol. O destino é uma questão de escolha.

Q uando somos livres por dentro, nada pode nos aprisionar por fora. R icos são os que extraem muito, do pouco.

S abedoria, não está em não errar, mas em usar os erros como alicerce de crescimento . T er inimigos é perturbador, mas tê-los dentro da própria mente é apavorante .

U m poeta escreve poemas. Um poeta da vida , vive a vida como uma poesia. V ença seus medos, busque energia para sua vida e faça acontecer.

W abi Sabi = Aprenda, esse jeito, de ver beleza nas suas próprias imperfeições. X ? O Xis da questão é: Sonhe seu sonho, e acredite nele sempre!

Y in Yang ? Busque esse equilíbrio Z ele pela simplicidade, naturalidade e aceitação da realidade.

Textos: Das obras de Augusto Cury, entre outros.

Seminário "Educação e Vivências", Raul Teixeira - 57ª Semana Espírita de Vitória da Conquista

segunda-feira, 28 de novembro de 2011
Este video nos leva a importantes Reflexões!


Video - Vida e Valores - Raul Teixeira

Esclarecer é um gesto de amor, divulgar é um gesto de caridade.
Raul é um orador privilegiado!Que Deus o guarde sempre e que continue edificando a cada dia!

Video -Seminário "Quem ama não adoece" - Dr. Kennedy Gomes Martins

A Carroça e as Abóboras

quinta-feira, 24 de novembro de 2011






 

 

 

A Carroça e as Abóboras




Era uma vez um cocheiro que dirigia uma carroça cheia de abóboras.
A cada solavanco da carroça, ele olhava para trás e via que as abóboras estavam todas desarrumadas.
Então ele parava, descia e colocava-as novamente no lugar.
Mal reiniciava sua viagem, lá vinha outro solavanco e... Tudo se desarrumava de novo.
Então ele começou a desanimar e pensou:
"Jamais vou conseguir terminar minha viagem! É impossível dirigir nesta estrada de terra, conservando as abóboras arrumadas!".
Enquanto divagava, passou à sua frente outra carroça cheia de abóboras, e ele observou que o cocheiro seguia em frente e nem olhava para trás.
As abóboras que estavam desarrumadas organizavam-se sozinhas no próximo solavanco.
Foi quando ele compreendeu que, se colocasse a carroça em movimento na direção do local onde queria chegar, os próprios solavancos da carroça fariam com que as abóboras se acomodassem em seus devidos lugares.

       Continue em frente!

       Tudo se ajeita com o tempo!



0096

O Elefante Acorrentado







 

 

 

 

 

 O Elefante Acorrentado



Você já observou o elefante no circo?

Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, o elefante permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. Sem dúvida a estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E ainda que a corrente seja grossa, parece óbvio que esse animal, capaz de arrancar uma árvore com sua própria força, pode, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir.

Que mistério!

Certa vez perguntei para um adestrador, sobre o mistério do elefante:

- Por que ele não foge?

Ele explicou-me que o elefante não escapa porque está adestrado.

Fiz então outra pergunta:

Se está adestrado, por que está preso na corrente?

Não houve resposta!

Soube que o elefante de circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno.

Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido logo preso. Naquele momento, o elefantinho deve ter puxado, forçado e tentado se soltar. Apesar de todo o esforço, não conseguiu sair. A estaca era certamente muito forte para ele. O elefantinho deve ter tentado, tentado e nada.

Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino.

Então, aquele elefante enorme não se solta porque acredita que não pode.

Jamais voltou a colocar à prova sua força.

Exatamente isso acontece conosco!

Vivemos, muitas vezes, crendo em um montão de coisas que "não podemos e que não somos capazes de fazer".

Por mais que tentemos, simplesmente não conseguimos.

Quando crianças ouvimos tantos ?nãos? que perdemos a noção de nossa força e capacidade.

Aceitamos o ?sempre foi assim?.

De vez em quando ao tentarmos sentimos as correntes e confirmamos o estigma:

"Não posso. Nunca poderei. É muito grande pra mim!".





Está esperando o quê?

Arrebente
as correntes!

Perceba a sua força!

elefante_o_elefante_acorrentado[1]Planeta Mais.

video - Estudo sobre o livro "Luz Imperecível" - Haroldo Dutra

quarta-feira, 23 de novembro de 2011








video Meditação - ANJO DA CURA , RAPHAEL

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

IMUNIZAÇÃO ESPIRITUAL

-


















- Por Emmanuel -


Se te decides, efetivamente, a imunizar o coração contra as influências do mal, é necessário te convenças:
Que todo minuto é chamamento de Deus à nossa melhoria e renovação;
Que toda pessoa se reveste de importância particular em nosso caminho;
Que o melhor processo de receber auxílio é auxiliar em favor de alguém;
Que a paciência é o principal ingrediente na solução de qualquer problema;
Que sem amor não há base firme nas construções espirituais;
Que o tempo gasto em queixa é furtado ao trabalho;
Que desprezar a simpatia dos outros, em nossa tarefa, é o mesmo que pretender semear um campo sem cogitar de lavrá-lo;
Que não existem pessoas perversas e sim criaturas doentes a nos requisitarem amparo e compaixão;
Que o ressentimento é sempre foco de enfermidade e desequilíbrio;
Que ninguém sabe sem aprender e ninguém aprende sem estudar;
E que, em suma, não basta pedir aos Céus, através da oração, para que baixem à Terra, mas também cooperar, através do serviço ao próximo, para que a Terra se eleve igualmente para os Céus.



(Recebido espiritualmente por Francisco Cândido Xavier - Texto extraído do livro "Meditações Diárias" – Editora Ide.)

A Força das Palavras - Raul Teixeira - MP3


















http://www.4shared.com/audio/FsHmKb_k/A_Fora_das_Palavras_-_Raul_Tei.html

NÃO SAIA DE VOSSA BOCA NENHUMA PALAVRA TORPE - Jorge Hessen

quarta-feira, 2 de novembro de 2011













Os dicionaristas divergem quanto à classificação das palavras de baixo calão e de suas acepções entre ofensivas ou populares (com chancela como tabuísmo [Palavra ou expressão considerada grosseira, obscena ou ofensiva. = PALAVRÃO], chulo, plebeísmo e popular). Uma palavra de baixo calão (palavrão) é uma expressão que diz respeito ao grupo de gíria e, dentro desta, apresenta reles, impróprio, afrontoso, grosseiro, obsceno, agressivo ou depravado sob o ponto de vista de alguns conceitos religiosos ou estilos de vida.
Uma simples palavra, quando proferida nas ocasiões “certas”, seja ela de estímulo ou de desestímulo, provoca indícios, em quem ouve, de que pode reagir, positivamente, e modificar a sua maneira de pensar sobre determinada circunstância da vida. Por outro lado, a mera palavra pronunciada em momento “inadequado” pode ser motivo de grandes dores morais. Nós não estamos habituados a refletir, sensatamente, sobre a força atuante que as palavras têm. A palavra, como uma articulação de sons provenientes de um determinado pensamento ligado a emoções e sentimentos específicos, serve como um detonador prático de tudo ligado a ela.
Muitas pessoas creem que o xingar é, “apenas”, uma resposta instintiva para algo doloroso e imprevisto como, por exemplo, bater a cabeça na quina do armário, uma topada inesperada em algum obstáculo ou ainda, quando nos vemos diante de alguma frustração ou aborrecimento. Esses são os momentos mais comuns de as pessoas apelarem para as expressões de baixo calão, e muitos pesquisadores acreditam que eles “ajudam” a aliviar o estresse e a dissipar energia, da mesma forma que o choro para as crianças.
Infelizmente que há pessoas que xingam (com palavrões) o próximo e talvez ignoram que estão transgredindo o artigo 140 do Código Penal. Reflitamos sobre os fatos a seguir:
Escola para concursos deve indenizar aluna xingada por funcionário”. A GranCursos - Escola para Concursos Públicos Ltda, foi condenada a indenizar em R$ 6 mil uma estudante que foi ofendida com palavras de baixo calão por um funcionário da instituição. A decisão do juiz do 2º Juizado Especial Cível de Taguatinga foi confirmada pela 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais. Não cabe mais recurso ao Tribunal. (1)
“Mulher condenada a indenizar por ofensas a ex-marido em público”. O caso aconteceu em Erechim. Ao deparar com o ex-marido em uma praça de alimentação, mulher passou a proferir ofensas públicas, utilizando palavras de baixo calão. O comportamento deu origem a uma ação por dano moral ajuizada pelo homem no Tribunal de Justiça. O resultado foi a condenação da ofensora a pagar indenização de R$ 1 mil por danos morais. (2)
“Juiz aplica nova lei da prisão preventiva contra militar”. O juiz da 11ª Vara Criminal de Natal, Fábio Wellington Ataíde Alves, determinou o afastamento de um soldado da unidade militar na qual trabalha, no município de Apodi, após ter sido detido embriagado e insultando em via pública companheiro de farda com palavras de baixo calão. O juiz aplicou ao caso a nova lei da prisão preventiva.(3)
“Síndica de prédio em Jacarepaguá é condenada a indenizar vizinha”. A síndica do Condomínio(...), em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, foi condenada a pagar indenização por dano moral, no valor de R$ 6 mil, por deixar uma moradora em situação vexatória e constrangedora após discussão no prédio onde ambas residem. A decisão é do desembargador Sidney Hartung, da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, que também determinou que as duas dividissem as despesas do processo e os honorários dos advogados. (4)
Fujamos de palavrões! O uso do palavrão, ao invés de resolver crises emocionais, remete às barras da justiça e ainda trucida a saúde espiritual do seu autor. Qualquer palavra de baixo calão é um despautério verbal e é crime.
Que de nossa boca sejam, apenas, emitidas palavras voltadas ao bem e à paz. Para esse mister, devemos intensificar o treinamento constante, pois que na vida social estamos viciados a lidar com nossa expressão verbal muito levianamente. Diz-se até que dificilmente uma pessoa comum consegue ultrapassar 5 minutos sem falar bobagens (abobrinhas), jogar conversa fora, ser completamente inútil na verbalização dos sentimentos. Lembremos, porém, que sempre seremos responsáveis pelas consequências, diretas e indiretas, das palavras que proferimos a esmo.
Quem tem sede de se aprimorar espiritualmente, deve analisar, com critério, o que verbaliza, diariamente. Espíritos elevados não se expressam de forma vulgar, pois fazem uso, unicamente, do verbo elevado. Portanto, extinguir o lixo mental é importante decisão para prosperarmos na ciência da expressão oral. As palavras são os reflexos dos pensamentos; quando pensamos com bondade e compreensão, é isso que nossas palavras refletirão.
Para CHICO XAVIER, “o cuidado com as palavras não era mera formalidade nem prova de educação. Tinha fins preventivos, quase terapêuticos. O uso de expressões agressivas era perigoso, arriscado. Os maus pensamentos também. Era Kardec quem ensinava: Os maus pensamentos corrompem os fluidos espirituais, como os miasmas deletérios corrompem o ar respirável”. (5)

Jorge Hessen

Vídeo - Alma querida: Espíritos desencaminhados

FRANCISCO DO ESPIRITO SANTO NETO - HAMMED - RENOVANDO ATITUDES




















O Livro do espírito Hammed, psicografado por Francisco do Espírito Santo Neto é um estudo e análise de "O Evangelho Segundo o Espiritismo". Segundo Hammed, só mudamos aquilo que conseguimos perceber, por isso ele nos ensina a ampliar a consciência através das emoções e sentimentos e assim modificar os comportamentos.

http://www.4shared.com/document/LwS8OrXx/FRANCISCO_DO_ESPIRITO_SANTO_NE.html

Video - Renovando Atitudes - Francisco do Espírito Santo

Sim, os animais tem alma e valem pelos melhores amigos.- Chico Xavier

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

video - Dificuldades Financeiras - Chico Xavier esclarece

Tenha Fé! emocionante mensagem e video magnífico de Yiruma





Falta-lhe coragem?
Pede auxílio ao Pai, é um filho amado, não se esqueça disso.
E o Pai lhe dará forças para prosseguir.
Tenha fé!

É a fé que lhe falta?
Não busque por ela nas veredas do mundo, mas sim, no âmago da sua alma, a fé permanece adormecida aí.
Desperte-a!

Não com meras palavras ditas nos instantes de medo e desespero e que depois se perdem ao vento.
Mas com palavras que tenham morada no seu coração e que passem a guiar o seu ideal espiritual.
Porque fé é também ação, mudança.

Aja em favor do bem.
Mude o padrão vibratório negativo que ainda possa trazer consigo.
Reveja seus sentimentos.
Torne-se um verdadeiro seareiro do Evangelho.

Sofreu perdas?
Só perdemos os bens que são temporários e que não nos farão falta em nossa jornada, recorde que os bens espirituais não se perdem...

Mas a perda foi da sua saúde?
Tenha fé no Pai que lhe deu a vida.
Ele sabe o porquê de tudo.
Luta em busca do seu refazimento físico.
Analisa os seus atos, que talvez contribuíram para a degradação do seu corpo e modifica-os.

Médicos espirituais lhe acompanham instante a instante.
A cura é sempre feita com a intercessão do Alto, mas também, com a sua cooperação, não se esqueça disso!

Então, faz a parte que lhe compete!

Colabora, fluidificando seus pensamentos.
Alimentando a sua alma com bons sentimentos.
Mantendo-se firme, compreendendo e praticando os ensinamentos de Jesus.
E quando necessário, tem resignação.

Diante do inevitável, não busque pela culpa no passado ou entregue-se ao desalento.
Compreenda que o Pai é amor e seus desígnios são sempre resultantes do que é melhor para sua evolução.
Lembre-se disso.
Aceite o que precisa ser aceito.
Enquanto permanecer em atrito, o sofrimento torna-se maior.
Prossiga meu irmão!

Mesmo que ainda não compreenda, prossiga com fé!
Enquanto a nossa visão é limitada, a do Pai, sempre enxerga o melhor.
Continue a lutar pelo seu refazimento espiritual.
E pouco a pouco, outras portas se abrem...

Mas enfim, a perda foi de alguém que amava?
Meu irmão, prossegue a sua viagem, a separação é temporária, em breve, diante da misericórdia divina o reencontro se fará.
Mas precisa prosseguir, só assim a alvorada do reencontro vai surgindo entre as colinas que precisa atravessar em sua atual existência.

Sonia Carvalho

Vídeo - Trechos do livro A cabana - William P. Young






















A Decisão

domingo, 23 de outubro de 2011
















Charles Chaplin não foi somente um grande comediante, criativo, que nos legou peças raras do cinema. Soube legar mensagens de piedade, de compaixão, mesmo numa época em que o cinema ainda era mudo.
Servindo-se da possibilidade que detinha, criou o personagem “Carlitos”, doce, ingênuo e trapalhão, tudo ao mesmo tempo.  Contudo, com um detalhe indiscutível: uma imensa capacidade de amar.
Sabendo tecer críticas sem se tornar agressivo, Charles Chaplin legou ao mundo um acervo considerável de peças cinematográficas, até hoje vistas e revistas.
Mas, não somente fez cinema. Como ser humano, desde cedo, sofreu muito, vivenciando na infância a dor da orfandade paterna e a doença mental de sua mãe.
Triunfando, apesar de todas as adversidades, ele escreveu belas páginas, e uma delas fala exatamente em como superar os obstáculos da vida. Chama-se: a decisão, e diz assim:
“Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer, antes que o relógio marque meia-noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.”
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria, ou posso ser grato por ter nascido.
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com as tarefas da casa ou agradecer a Deus por ter um teto para morar.
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.
Se as coisas não saíram como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende de mim. 
*** 
Você já parou para pensar em como pode decidir pela sua felicidade ou infelicidade, a cada dia?
Já se deu conta de que tudo depende da forma como você  encara o que acontece?
Há tantos momentos na sua vida, que você desperdiça, e passa na inutilidade ou na reclamação.
Momentos que podem se transformar em aflições ou em alegrias.
Num momento você pode resolver vencer ou se entregar à derrota; libertar-se das velhas fórmulas de queixas ou prosseguir acabrunhado e triste.
Lembre-se: a cada segundo você pode decidir o momento seguinte. Por isso, resolva-se pela escolha da melhor parte, porque este é o seu momento de decisão. 
 
Equipe de Redação do Momento Espírita, a partir de mensagem de autoria atribuída a Charles Chaplin, denominada “A decisão” e do livro Momentos de decisão, de Divaldo Franco, ed. LEAL.

Aborrecimentos
















Nada mais comum, nas atividades terrenas, do que o hábito enraizado das querelas, dos desentendimentos, das chateações.
Nada mais corriqueiro entre os indivíduos humanos.
Como um campo de meninos, em que cada gesto, cada nota, cada menção se torna um bom motivo para contendas e mal-entendidos, também na sociedade dos adultos o mesmo fenômeno ocorre.
Mais do que compreensível é que você, semelhante a um menino de pavio curto, libere adrenalina nos episódios cotidianos que desafiem a sua estabilidade emocional.
Compreensível que se agite, que se irrite, que alteie a voz, que afivele ao rosto expressões feias de diversos matizes.
Em virtude do nível do seu mundo íntimo, tudo isso é possível de acontecer.
Contudo, você não veio à Terra para fixar deficiências, mas para tratá-las, cultivando a saúde.
Você não se acha no mundo para submeter-se aos impulsos irracionais, mas para fazê-los amadurecer para os campos da razão lúcida.
Você não nasceu para se deixar levar pelo destempero, pela irritação que desarticula o equilíbrio, mas tem o dever de educar-se, porque tem na pauta da sua vida o compromisso de cooperar com Deus, à medida que cresça, que amadureça, que se enobreça.
Desse modo, os seus aborrecimentos diários, embora sejam admissíveis em almas infantis e destemperadas, já começam a provocar ruídos infelizes, desconcertantes e indesejáveis, nas almas que se encontram no mundo para dar conta de compromissos abençoados com Jesus Cristo e com Seus prepostos.
Assim, observe-se. Conheça-se no aprendizado do bem, um pouco mais. Esforce-se por melhorar-se.
Resista um pouco mais aos impulsos da fera que ainda ronda as suas experiências íntimas.
Aproxime-se um pouco mais dos Benfeitores Espirituais que o amparam.
Perante as perturbações alheias, aprenda a analisar e não repetir.
Diante da rebeldia de alguém, analise e retire a lição para que não faça o mesmo.
Notando a explosão violenta de alguém, reflita nas consequências danosas, a fim de não fazer o mesmo.
Cada esforço que você fizer por melhorar-se, por educar-se, será secundado pela ajuda de luminosos Imortais que estão, em todo tempo, investindo no seu progresso, para que, pouco a pouco, mas sempre, você cresça e se ilumine, fazendo-se vitorioso cooperador com Deus, tendo superado a si mesmo, transformando suas noites morais em radiosas manhãs de perene formosura.
*   *   *
Quando você for visitado por uma causa de sofrimento ou de contrariedade, sobreponha-se a ela.
E, quando houver conseguido dominar os ímpetos da impaciência, da cólera, ou do desespero, diga, de si para consigo, cheio de justa satisfação: Fui o mais forte.

Redação do Momento Espírita com base no cap. 13 do livro Para uso diário, pelo Espírito Joanes, psicografia de Raul Teixeira, ed. Fráter.

Por que aceitamos que alguém nos trate mal? - Bel Cesar

terça-feira, 18 de outubro de 2011


















Certa vez, disse a Lama Gangchen Rinpoche: Desta vez quero olhar para a negatividade de frente. Não vou negá-la. Ele, então, me respondeu: Olhar é bom, mas não a toque. É como quando você assiste ao noticiário na TV. Você vê a negatividade, mas não deixa que ela entre na sua casa. Você pode encarar a negatividade de frente, mas não deixe que ela entre na sua mente.

A maior parte das mensagens de nossa sociedade contém idéias destrutivas e negativas. Basta ligar a TV em qualquer noticiário para nos lembrarmos do quanto o mundo é perigoso. Na tentativa de tentarmos nos proteger das ameaças cotidianas, vamos nos tornando acuados ou até mesmo igualmente perversos ao ambiente hostil que frequentamos. Manter a mente limpa é um desafio que requer reflexão constante para não deixar as informações ou pontos de vista negativos de outras pessoas influenciarem nossa mente.

Lama Gangchen Rinpoche nos alerta: Não devemos seguir professores negativos ou comprar informações negativas no supermercado dos pensamentos. Em outras palavras, Marie France Hirigoyen, autora do livro Assédio Moral (Ed. Bertrand Brasil) nos diria para reconhecermos as características dos comportamentos perversos para não nos deixar levar por eles.

No entanto, não é tão simples nem fácil reconhecer um comportamento perverso. Marie France esclarece: Pequenos atos perversos são tão corriqueiros que parecem normais. Começam com uma simples falta de respeito, uma mentira ou uma manipulação. Não achamos isso insuportável, a menos que sejamos diretamente atingidos. Se o grupo social em que tais condutas aparecem não se manifesta, elas se transformam progressivamente em condutas perversas ostensivas, que têm consequências graves sobre a saúde psicológica das vítimas. Não tendo certeza de serem compreendidas, estas se calam e sofrem em silêncio. Uma vez em que aprendemos a olhar os maus tratos como algo aparentemente normal, e, portanto, teoricamente aceitável, nem pensamos que seja possível e saudável nos desvencilharmos destes maus tratos!

Afinal, por que aceitamos que alguém nos trate mal? Porque duvidamos de nossa própria sanidade mental. Neste sentido, saber de si, quer dizer, conhecer nossos potenciais, recursos e limitações é a base de nossa segurança interna.

Todos nós já sabemos que vivemos num mundo hostil, mas é preciso saber como não cair nas armadilhas da hostilidade alheia. Precisamos nos encorajar o tempo todo a não seguir a negatividade, especialmente se estivermos cercados dela. Assim como escreve Lama Gangchen Rinpoche, em seu livro Ngelso Autocura Tântrica III (Ed Gaia): a única mensagem que recebemos dos outros é: ‘Não me incomode’. Por isso, precisamos ter um forte refúgio interior, impenetrável às influências alheias.

Para melhor responder à questão por que aceitamos que alguém nos trate mal?, vamos conhecer as artimanhas do comportamento de quem nos trata mal. Uma característica comum a todo comportamento perverso é impedir o outro de pensar, para que ele não tome consciência do seu processo de dominância – ele cria fragilidade a fim de impedir que o outro possa se defender.

Marie France Hirigoyen esclarece: Entre casais, o movimento perverso instala-se quando o afetivo falha ou, então, quando existe uma proximidade excessivamente grande com o objeto amado. Excesso de proximidade pode dar medo e, exatamente por isso, o que vai ser objeto da maior violência é o que há de mais íntimo. Um indivíduo narcisista impõe seu domínio para controlar o outro, pois teme que, se o outro estiver demasiadamente próximo, possa vir a invadi-lo. Trata-se, portanto, de mantê-lo em uma relação de dependência, ou mesmo de propriedade, para comprovar a própria onipotência. O parceiro, mergulhado na dúvida e na culpa, não consegue reagir.

Por isso, aqui vai o primeiro conselho para impedir que alguém lhe faça mal: Não aceite críticas unilaterais. Ninguém é totalmente responsável por uma situação-problema. Portanto, não assuma a ‘culpa’ toda para si crendo que desta forma poderia aliviar a tensão presente.

Nestes momentos, nos ajuda lembrar que a origem do comportamento perverso está justamente no fato da pessoa não querer assumir a responsabilidade por seus atos. Portanto, ao assumir o que cabe ao outro, estamos nutrindo o seu comportamento hostil.

Outra artimanha do comportamento perverso consiste em recusar uma comunicação direta. Marie France Hirigoyen alerta: O parceiro vê-se obrigado a fazer as perguntas e dar as respostas e, caminhando a descoberto, evidentemente comete erros que são captados pelo agressor para enfatizar a nulidade da vítima. Portanto, se você percebe que anda falando sozinho num relacionamento a dois, está na hora de parar e perguntar-se se vale a pena ajustar-se a tal comportamento. Pois ele é autodestrutivo.

A esta altura, já entendemos que quem nos trata mal não está receptivo a conversar, pois isso significaria o fim do conflito, o que o impediria de extravasar a sua agressão. Portanto, é importante levarmos em conta os custos e benefícios de tal relacionamento. Neste sentido, ao invés de lamentarmos Me solta!, podemos nos dizer: Eu te solto!. Para tanto, teremos que nos tornar conscientes tanto de nossas limitações quanto de nossos recursos para, passo a passo, nos soltarmos da crença de que estamos presos a uma posição sem saída. Ainda que os outros nos tratem mal, podemos nos tratar bem!

Na medida em que cultivamos uma certeza interna inabalável de não querermos mais nos envolvermos em relacionamentos destrutivos, desenvolvemos amor e gentileza - uma energia positiva interior impede que nossos inimigos ou seres malignos nos causem mal, pois precisariam apoiar-se em alguma negatividade nossa para isso.

Assim como aconselha Lama Gangchen Rinpoche; A coisa mais importante do mundo é nunca abandonar nosso coração acolhedor, mesmo diante de uma ameaça de morte, pois esse é o nosso verdadeiro e eterno amigo.

Bel Cesar é psicóloga e pratica a psicoterapia sob a perspectiva do Budismo Tibetano. Trabalha com a técnica de EMDR, um método de Dessensibilização e Reprocessamento através de Movimentos Oculares. Autora dos livros Viagem Interior ao Tibete, Morrer não se improvisa, O livro das Emoções e Mania de sofrer pela editora Gaia.

Valorize mais o ser do que o ter nas pessoas - Luis Carlos Mazzini













Você tem um grande poder nas mãos, sabia? Sim, sim salabim! Você tem o poder de validar as pessoas! Só você pode confirmar para um certo alguém que ele existe, que é verdadeiro, importante, imprescindìvel e que tem valor.

Quem será que está esperando, talvez, por uma vida inteira um simples gesto seu? Se pai? Sua mãe? Um de seus irmãos? Seu filho? Um amigo, um colega, um conhecido..... Quem?

Você já experimentou essa sensação de ser reconhecido, amado, abraçado, respeitado por alguém.... Em algum momento de sua história de vida você também já se sentiu inseguro, certo? E o que mais você desejava era, e talvez ainda seja, de ser validado, ser reconhecido, receber carinho.

Alguém tem que dizer que você é bonito, por mais lindo que você seja. Muitas vezes o autoconhecimento não resolve o problema porque ninguém pode autovalidar-se. Tem gente por aí que se sente um ninguém, sabia? Você será um ninguém até que alguém que você ama, valide você como alguém! Validar significa simplesmente confirmar que a pessoa existe! Só isso!

Tente sair de si mesmo e valide as pessoas que você ama ou que estão em sua vida. Sabe como? Muito simples porque seu coração sabe o que fazer e o que falar. Basta dizer assim com o coração: "Você tem muito significado pra mim, tem muita importância em meu viver. Gosto de você pelo que você é".

As vezes basta um olhar, um abraço, um parabéns, uma lembrancinha, um elogio, uma conversa, um dedão pra cima, um "valeu, amigão".... Mas o bom mesmo é dizer descaradamente, desavergonhosamente, viu?

É bom ter em mente que os que menos merecem são os que mais necessitam, viu? E isso encaixa muita coisa em sua vida, porque quantas vezes você também errou exatamente por estar esperando um carinho, um reconhecimento? Essas duas coisinhas precisosas em nossa vida: carícias e reconhecimento... Ah, como é bom!

E a tal de insegurança em todo mundo se transformou num grande problema na humanidade. Com certeza seríamos menos neuróticos, menos egoístas, menos consumistas, menos loucos e agitados se sentíssemos mais amor, mais segurança... Trabalharíamos menos, levaríamos a vida mais numa boa, né?

Diminua por si mesmo a insegurança que teima em bater à sua porta, tá? Faça a sua parte por você, que tanto merece, e pelos outros também!

Valorize mais o ser do que o ter nas pessoas, ok? Treine mais a sua competência de validar alguém todos os dias, viu? Se quisermos ver um mundo melhor, menos inseguro, precisa fazer a sua parte, viu? Elogie alguém hoje e depois me conte!

Bom Dia! Bom Divertimeno! Ame e permita-se ser amado hoje. Fique com Deus!

"Nem se preocupe tanto com a sua própria insegurança e nem queira ficar mostrando que você é o máximo. Diga a seus amigos, a seus parentes que o máximo são eles"

AUDIO-VIDEO - Nunca Deixe de Sonhar

sábado, 15 de outubro de 2011







Faixa extraída do CD Momento Espírita vol. 20. Vídeo exibido no lançamento oficial do disco na sede da FEP - Federação Espírita do Paraná

AUDIO - Calunga_Prece_Luiz_Antonio_Gasparetto.












Link para download:
http://www.ziddu.com/download/16830633/Calunga_Prece_Luiz_Ant_nio_Gasparetto.rar.html

Serenidade Sempre - Divaldo Franco - Audio e mensagem















Todo homem sábio é sereno. A serenidade é conquista que se consegue com esforço pessoal e passo a passo. Pequenos desafios que são superados; irritação que se faz controlada; desafios emocionais corrigidos; vontade bem direcionada; ambição freada, são experiências para a aquisição da serenidade. Um Espírito sereno já se encontrou consigo próprio, sabendo exatamente o que deseja da vida. A serenidade harmoniza, exteriorizando-se de forma agradável para os circunstantes. Inspira confiança, acalma e propõe afeição. O homem sereno já venceu grande parte da luta.
Que nenhuma agressão exterior te perturbe, levando-te à irritação, ao desequilíbrio. Mantém-te sereno em todas as realizações. A tua paz é moeda arduamente conquistada, que não deves atirar fora por motivos irrelevantes. Os tesouros reais, de alto valor, são aqueles de ordem íntima, que ninguém toma, jamais se perdem e sempre seguem com a pessoa. Tua serenidade, tua gema preciosa. Diante de quem te enganou, traindo a tua confiança, o teu ideal, ou envolvendo-te em malquerença, mantém-te sereno. O enganador é quem deve estar inquieto, e não a sua vítima. Nunca te permitas demonstrar que foste atingido pelo petardo da maldade alheia. No teu círculo familiar ou social sempre defrontarás com pessoas perturbadoras, confusas e agressivas. Não te desgastes com elas, competindo nas faixas de desequilíbrio em que se fixam.Constituem teste à tua paciência e serenidade. Assim exercita-te com essas situações para, mais seguro, enfrentares os grandes testemunhos e provações do processo evolutivo, sempre, porém, com serenidade. (Por Joanna de Ângelis - Texto recebido espiritualmente pelo médium Divaldo Pereira Franco – Extraído do livro “Dimensões da Verdade” - Editora LEAL)

AUDIO - Gasparetto - Meditação: Voltando Para Casa

















http://www.ziddu.com/download/16827641/GasparettoMeditaoVoltandopraCasa.rar.html

Pergunte o que Deus quer que você faça - Luis Carlos Mazzini

segunda-feira, 10 de outubro de 2011










Acho que você já sabe que para crescer, você tem que enfrentar desafios e provações ao longo do seu caminho, né? Mas saiba também que ao passar por esses testes, você não precisa enfrentá-los sozinhos, viu?

Relaxe e deixe Deus acontecer em seu viver! Ao transferir todas a suas dificuldades da vida e ao pedir ajuda a Ele, que está dentro de você, todos os obstáculos que pareciam insuperáveis são ultrapassados com muito mais facilidade, viu? A estrada adiante se torna mais clara, mais plana. E não há nada que não se possa realizar, sabia? Com Deus, tudo é possível!

Confie mais e deixe Deus acontecer em você! E só existe uma maneira de desenvolver esta confiança: pondo o pé na estrada e vivenciando os resultados. Mas para que o universo o ajude, você tem que dar uma chance, viu? Então, faça a sua parte, né?

Este é o momento de liberar seu medo e ir em frente. Esse é o dia que você tanto esperou pra chegar! Vamos! Viva mais intensamente que puder e estará deixando Deus acontecer em sua vida, acredite! Essa proteção amorosa é sua por direito, viu?

Permita que uma Sabedoria mais alta te guie e te mostre o caminho. Pare de se achar o tal. Pare de se sentir sozinho! Entfrente sim tudo o que a vida te apresentar. Tudo. Não fuja de nada! Mas relaxe e deixe Deus participar mais de sua vida! Quer saber o que acontece quando você se dispõe a fazer isso? Você vai se sentir muito mais conectado à verdadeira Força que criou o Universo. Pense no tanto que vai poder realizar tendo essa força como sua aliada.

Com Deus, tudo é possível! Mas pergunte o que Deus quer que você faça, tá?

Bom dia! Bom divertimento com o seu viver. Sucesso! Saúde! Paz!

"Tenha fé, calma e paciência que tudo dará certo naquilo que você mais deseja. Deus te escolheu. Você é Dele e Ele dará tudo o que tem para te ter junto a Ele" - Rese Tania

Luis Carlos Mazzini

mensagem do livro "Abrindo portas interiores" de Eileen Caddy.


















Hoje publicarei uma mensagem do livro "Abrindo portas interiores" de Eileen Caddy.




Esse livro consta mensagens escritas na 1ª pessoa, ou seja, é como se Jesus estivesse falando diretamente conosco.

" O que você decidiu fazer, faça-o com a Minha benção. Nunca se apressea começar uma empreitada sem bsucar a Minha benção. Recolha-se ao silêncio e sinta a paz e serenidade o envolverem, e nesse perfeito estado de graça peça e receba a Minha benção. Aí, então, siga em frente com absoluta fé e confiança e faça o que dever ser feito. Saiba que EU ESTOU com você até o fim, e tudo acontecerá perfeitamente.

Quanto maior a tarefa, mas necessidade você terá da Minha benção. Por que não começar Me colocando nos menores atos de sua vida e depois ir gradualmente Me incluindo cada vez mais e em ações maiores, até que, eventualmente, você não dará um passo sem antes Me procurar e pedir Minha benção completa? Prepare-se para dar grandes passos à frente, em situações aparentemente impossíveis, mas nada tema, porque Eu irei na frente, preparando o caminho para você. Mantenha sua consciência elevada, seu contato coMigo e nunca tenha medo de começar nada, seja lá o que for.

Sua vida é o reflexo de suas escolhas conscientes e subconscientes - Luis Carlos Mazzini











Como é bom encontrar a sua verdade, né? Mas pra isso você tem que descobrir por si mesmo o que é de verdade. Sim, porque ela tem o poder de eliminar ou de reduzir bastante sua necessidade de ser qualquer coisa! Você é o que é! E pronto! E vamos logo esclarecer que você não é qualquer coisa e nem pouca coisa, tá?

Convença-se que você é divino, viu? Você não precisa mais usar unhas e garras para conseguir as coisas nesta vida. Você já tem tudo e está bem aí dentro do seu coração. Tudo o que você precisa está aí dentro. E por isso, basta você apenas ser, apenas viver!

Permita-se ser capaz de se sentir bem com quem você é, fazendo o que quer que esteja fazendo, em qualquer momento! O paraíso existe e você pode habitá-lo já, em vida! Os resultados da sua busca da verdade são a única prova segura de que a verdade é eterna, coerente, confiável e nascida do amor. Isso mesmo, a verdade vem do amor!

Descubra logo que é a verdade que faz você perdoar os conceitos errados que você faz a respeito de você mesmo e da sua vida. Sabe por que? Porque Deus está dentro de você e de todos os seres vivos. Isto quer dizer que cada ser vivo é uma representação única da identidade de Deus! Será que é tão difícil entender e aceitar isso?

Deus não castiga, sabia? Se alguém castiga é você mesmo que se castiga com a culpa, a vergonha e o medo. Mas isso ocorre quando você desconhece a sua natureza divina. Sempre houve uma Ordem Divina para tudo na vida. E é por esse motivo que o local onde você se encontra é exatamente onde você deveria estar, viu?

Sua vida é o reflexo de suas escolhas conscientes e subconscientes. E quando você não escolhe é como se estivesse vivendo à revelia, ao gosto do vento. Você nasceu com uma missão de vida e Deus te deu tudo aquilo de que precisa para cumprir esse objetivo, tá?

Talvez o seu maior desafio seja o de aprender a viver de acordo com as suas crenças, viu? Nunca esqueça que você é uma representação única e perfeita de tudo aquilo que é Deus! Você sempre possuiu o equipamento necessário para lidar com qualquer coisa, com qualquer situação.

Bom Dia! Bom Divertimento! Fique com Deus!

"Se Deus se encontra dentro de todos os seres vivos, então há uma verdade divina e eterna em tudo o que vivo e vejo"

Luis Carlos Mazzini

Apostilas para evangelização Infantil e Juvenil - Seara do Mestre







  Aqui você encontra apostilas, separadas por Ciclos (Maternal/Jardim, 1º Ciclo, e 2º e 3º Ciclos), contendo sugestões de aulas conforme o Currículo da Federação Espírita Brasileira - FEB.

         No item Temas Extracurriculares, você encontra sugestões de aulas com assuntos de moral cristã, porém extracurriculares (diferentes dos previstos no Currículo de Evangelização Infantil da FEB), solicitadas pelos pais ou que os evangelizadores acharam interessantes e necessárias, auxiliando no desenvolvimento das virtudes eternas e esclarecendo acerca de assuntos atuais (como por exemplo Diga não às drogas, Bens materiais e espirituais, Evangelho no Lar, e muitas outros).

         No link Técnicas, há sugestões de técnicas e atividades para diversas idades. Também disponibilizamos a apostila 'Educação Espírita Infanto-Juvenil' e sua importância na formação da sociedade do terceiro milênio, que nos foi carinhosamente oferecida por Claudia Werdine (DIJ Europa), que contém amplo material para estudo e capacitação de evangelizadores.

         A você, evangelizador, nosso carinho, e o desejo de que suas aulas sejam excelentes oportunidades de aprendizado moral-cristão-espírita, para evangelizandos e evangelizadores, afinal, quem ensina é o primeiro a aprender.

         Abaixo, as apostilas para download (word).




Maternal Jardim
http://www.4shared.com/document/Y4OeElWR/maternaljardim2.html

Jardim Maternal
http://www.4shared.com/document/hvd7XXTq/jardimmaternal.html 


Primeiro Ciclo
http://www.4shared.com/document/p6wDvxMP/primeirociclo.html

 Segundo -Terceiro
 http://www.4shared.com/document/D_f8Ud-V/segundoterceiro.html

 Segundo-Terceiro 2
http://www.4shared.com/document/L7Wo0UsH/segundoterceiro2.html

  Segundo -Terceiro 3
http://www.4shared.com/document/MXkuObuo/segundoterceiro3.html

 Educação Infanto Juvenil
http://www.4shared.com/document/8A1exma6/educespinfantojuvenil.html

 Apostila
http://www.4shared.com/document/KmFj7wbJ/apostila.html


Apostila extra curricular
 http://www.4shared.com/document/LbdFiWw2/extracurricular.html

Audio video - Ninguém Te Ama Como Eu -














 Ninguém te ama como EU!
 http://www.4shared.com/file/9Lyt6SZc/video-ningumteamoucomoeu.html

O que Pensam de Mim? - Saul Brandalise Jr.

terça-feira, 27 de setembro de 2011










Praticamente todos nós, em alguma fase de nossa vida, nos preocupamos com o quê as pessoas pensam a nosso respeito. Isso tem origem na forma em que fomos criados e na importância que é dada ao fato.
A maioria não sabe que julgar cria Karma.
A maioria se preocupa, portanto, com o quê os outros pensam acerca de suas atitudes.

É inegável, porém, que para muitos isso possa até ser um "freio" em determinados sentidos. Mas também é verdade que isso inibe qualquer nova atitude a nosso favor. Quanto mais inovadora for a pessoa, quanto mais criativa e espontânea, mais alvo de criticas ela se tornará.

Para os acomodados o NOVO incomoda.
Felizmente para mim, num dia, muitos anos atrás, conversando com Lair Ribeiro, lhe confessava meu desconforto com relação a uma determinada atitude que teria de tomar... E o que as pessoas estariam pensando sobre isso.

Ele me disse em alto e bom som:
Saul, sobre o que as pessoas pensam a seu respeito o problema é delas. Você é que deve se preocupar em saber o que pensa de si próprio.
Achei que tinha aprendido a lição...

Não, ainda não havia aprendido TODA a lição. Somente cinquenta por cento dela.
Tentava aplicar o que o Lair me disse sempre que a situação se repetia. Mas continuava refém do problema. Muito me incomodava este fato...

Alguns anos atrás, novamente me deparei com o assunto. Nesta fase já tinha conhecido meu mestre... numa conversa muito valiosa, ele me disse:
Saul, se continuar pensando assim você irá estragar a sua saúde. Não acho que você deva dar tanta importância ao que pensam a seu respeito. Principalmente estas pessoas.
Recomendo que você analise se quem está tecendo comentários a seu respeito, é bem-sucedido. E, para uma pessoa ser bem-sucedida, em primeiro vem o campo sentimental. Depois precisa ser bem sucedido profissionalmente e, por fim, financeiramente.
A pessoa em questão é bem-sucedida?
Não, respondi.
Então não desça ao nível dela...
Mas, quando você encontrar uma pessoa bem-sucedida, sente ao seu lado e preste atenção no que ela fala.


Depois disso cheguei à conclusão de que havia efetivamente aprendido os outros cinquenta por cento e que de fato não há razão para nos preocuparmos com o que os outros pensam de nós.
Em primeiro lugar, porque não se deve julgar ninguém; todos estão em processo terreno de aprendizado.
Segundo, porque quem julga o faz de acordo com seus valores.
Terceiro, porque julgar cria karma.

Fiquei muito mais LEVE depois de perceber que sei o que sei.

Sei que nos veremos, mais ao nosso gosto.
Beijo na alma,

Saul Brandalise Jr.

MUDANÇAS

domingo, 25 de setembro de 2011










Não esperes pela morte do corpo para realizar o serviço da própria elevação.
Cada dia é oportunidade de ascensão ao melhor.
Cada tarefa edificante é degrau com que podemos subir às esferas superiores.
Todos respiramos em planos distintos e todos podemos alcançar horizontes
mais altos.
Se te habituaste à irritação, cultiva o silêncio e a tolerância com os quais
te desvencilharás dos laços sombrios da cólera, penetrando os domínios da
luz.
Se acalentas a disposição de comprar inimigos, através de atitudes
impensadas, detém-te na serenidade e aprende a servir aos desafetos,
alcançando, assim, o reino brilhante da simpatia.
Se ainda te debates nos desvãos da ignorância, não te esqueças do esforço na
leitura sadia e edificante para a aquisição do conhecimento e da sabedoria.
Se respiras no resvaladouro da queixa, esquece a ociosidade e o desânimo e,
erguendo-te para o trabalho digno, consagra-te ao suor enobrecedor, a fim de
incorporares ao próprio patrimônio espiritual o otimismo e a paz, o bom
ânimo e a alegria.
Há milhões de “círculos e vida”, dentro de nossa residência planetária.
Cada criatura vive na faixa de sentimento a que se ajusta.
O verme agarra-se à escuridão do subsolo.
O batráquio mora no charco.
A ave plana e canta na altura.
A chama envolve-se nas emanações da luz que irradia.
Assim também, cada alma reside na esfera de ideal que forma para si mesmo
com o próprio pensamento.
Quem deseje um mundo melhor, pode avançar, pelo trabalho e pela boa vontade,
no roteiro da ascensão, desde hoje.
Emmanuel

Sinais de Alarme - pelo Espírito Scheilla.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011














Há dez sinais vermelhos, no caminho da experiência, indicando queda provável na obsessão: quando entramos na faixa da impaciência;






quando acreditamos que a nossa dor é a maior;



quando passamos a ver ingratidão nos amigos;



quando imaginamos maldade nas atitudes dos companheiros;



quando comentamos o lado menos feliz dessa ou daquela pessoa;



quando reclamamos apreço e reconhecimento;



quando supomos que o nosso trabalho está sendo excessivo;



quando passamos o dia a exigir esforço alheio, sem prestar o mais leve serviço;



quando pretendemos fugir de nós mesmos, através do álcool ou do entorpecente;



quando julgamos que o dever é apenas dos outros.



Toda vez que um desses sinais venha a surgir no trânsito de nossas idéias, a Lei Divina está presente, recomendando-nos a prudência de amparar-nos no socorro da prece ou na luz do discernimento.



Vieira, Waldo; Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Ideal Espírita.

Ditado pelo Espírito Scheilla.

Olhe pra trás e veja o caminho percorrido, a experiência acumulada, a competência adquirida! - Luis Carlos Mazzini

quinta-feira, 22 de setembro de 2011








Fique firme e não desista nunca!

Nunca despreze uma chance, uma oportunidade, uma amizade, um sorriso. Mas para isso terá que ter um coração aberto, generoso e uma mente esperta.
Jamais desista de seus sonhos, de seus projetos, dos objetivos e metas por menores que possam aparentar ou representar! E por favor, continue dando o melhor de si vivendo como se estivesse no melhor dos mundos! Afinal a viagem é curta e única, certo?

E se até na música tem a grande lição dizendo que "o acaso vai te proteger", não é justo fazer a sua parte acreditando, lutando, seguindo em frente? Aliás, siga em frente sempre porque tem um Deus que te protege sempre e tem tudo sob seu controle, viu? Acreditando ou não Ele está bem aí no centro do seu coração e é seu grande Parceiro!

Nunca esqueça que você veio sem nada para esse mundo! E deve ir embora também sem nada, viu? Então perceba logo quanta coisa boa conquistou até agora. Olhe pra trás e veja o caminho percorrido, a experiência acumulada, a competência adquirida!

Como foi bom chegar até aqui e ter a consciência dos desafios superados e vencidos, né? Que bom poder colher o que foi semeado!

Procure sempre pela força, pela esperança, pela coragem, pelo entusiasmo, pelo equilíbrio, pela tolerância e pelo bom humor!

Agora é com você, tá? Força! Coragem! Cuide bem de você, essa pessoinha incrível e maravilhosa!

Bom Dia! Bom Divertimento! Seja especial em tudo!

“Quanto mais as coisas parecerem piores é que você não deve desistir. É nesse ponto que você está fortalecido exatamente por estar sendo testado.

Luis Carlos Mazzini

Missionários da Luz - Chico Xavier - André Luiz - audio Livro









Missionários da Luz
http://www.4shared.com/file/_R1E_Zp0/Missionrios_da_Luz-Chico_Xavie.html

Suiícidio e suas Consequências - Gerson Simões Monteiro

segunda-feira, 19 de setembro de 2011












"Suicídio e suas Conseqüências" é um livro de ensinamentos e reflexões que apresenta relatos de suicidas extraídos das obras de Allan Kardec e Chico Xavier, diz como resistir às idéias de suicídio, suas conseqüências no mundo espiritual e muitas outras questões focalizadas pelo autor, inclusive uma prece sugerida por Allan Kardec.




Barbara Ann Brennan - Mãos de Luz










Prefácio


Esta é uma nova era e, parafraseando Shakespeare, “Há mais coisas, entre o Céu e a Terra, que o homem desconhece”. Este livro se dirige aos que estão procurando a autocompreensão dos seus processos físicos e emocionais, que extrapolam a estrutura da medicina clássica. Concentra-se na arte de curar por meios físicos e metafísicos. Abre novas dimensões para compreender os conceitos de identidade psicossomática, que nos foram apresentados, pela primeira vez, por Wilhelm Reich, Walter Canon, Franz Alexander, Flanders Dunbar, Burr, Northrup e
muitos outros pesquisadores do campo da psicossomática.
Seu conteúdo trata de definir experiências de tratamento e cura da história das investigações científicas no campo da energia humana e da cura. O livro é único porque liga a psicodinâmica ao campo da energia humana. Descreve as variações do campo de energia na medida em que ele se relaciona com as funções da
personalidade.
A última parte do livro define as causas da doença baseadas nos conceitos metafísicos, que são, em seguida, ligados às perturbações da aura. O leitor também encontrará aqui uma descrição da natureza da cura espiritual na proporção em que ela se relaciona com o curador e com o assunto.
O livro foi escrito com base nas experiências subjetivas da autora, que estudou física e fisioterapia. A combinação do conhecimento objetivo com as experiências subjetivas forma um método único de expansão da consciência para além dos confins do conhecimento objetivo.
Àqueles que estão abertos a um enfoque dessa natureza, o livro oferece um material riquíssimo, que se pode aprender, experimentar e com o qual também é possível fazer experiências. Àqueles que têm objeções de peso eu recomendaria que abrissem suas mentes para a pergunta: “Há uma possibilidade de existência para essa nova perspectiva, que se estende além da lógica e da experimentação científica objetiva?” Recomendo este livro com instância aos que se emocionam com o fenômeno da vida nos níveis físico e metafísico. o trabalho de muitos anos de esforço dedicado e representa a evolução da personalidade da autora e o
desenvolvimento os seus dons especiais de cura. O leitor estará ingressando num domínio fascinante, cheio de maravilhas.

A Sra. Brennan merece louvores por sua coragem em trazer a público suas
experiências subjetivas e objetivas.
Dr. John Pierrakos,
Instituto de Energética do NÚCLEO,
Cidade de Nova York